quarta-feira, 2 de abril de 2008

PALCO DA VIDA


Revendo a nossa história
Vale a pena recordar
Coisas boas na trajetória
Alegria que faz transbordar.

Nos meus tempos idos
O circo é boa lembrança
Dos momentos vividos
Na minha alma de criança.

No universo circense
Gostava das variedades
Mas o palhaço convence
Com suas habilidades.

Transmitia para a platéia
Alegria, emoção e sonho
Uma verdadeira epopéia
Ninguém ficava tristonho.

Mesmo o palhaço a sorrir
Por trás da cara pintada
A alegria deixa de existir
A alma chora angustiada.

O ser humano representa
No palco da vida, sua história
Sorri, sofre e o amor acalenta
No final, o brinde da vitória.

João Pessoa, 02/04/08
Neneca Barbosa

Um comentário:

Flávio Reis disse...

seu fã! adoro seus textos...
um abraço carinhoso.