segunda-feira, 28 de junho de 2010

CASTELO DE SONHOS


Escrevendo versos, construo um castelo
Onde neles residem os meus sonhos
E na imaginação são todos belos
Pois não desejo que sejam tristonhos.

Eles voam para as colinas verdejantes
Aportam também numa ilha deserta
Brindam-me com estrelas cintilantes
Que pra meu corpo servem de coberta.

Chegam à beira de um lago sereno
Para a paixão um perfeito cenário
Sinto nos cabelos um vento ameno
Beleza de um autêntico santuário.

Neles tem uma singela casinha
Que habita um imensurável amor
Que me recebeu como uma rainha
Em seu castelo de luz e calor.

Ainda transformam a vida em poesia
Mantendo bem acesa a esperança
Rompendo fronteiras com alegria
Com o Criador selam uma aliança.


Neneca Barbosa
João Pessoa, 28/06/2010

quarta-feira, 23 de junho de 2010

CONVITE


Percorre com esmero teu interior
E descubra em ti a força divina
Seja do Universo cooperador
De transmitir as lições que Ele ensina.

A Vida é um constante aprendizado
As dificuldades são necessárias
Para despertar, o que está guardado
Em tua alma na caminhada diária.

Abrem-se pra ti as portas da esperança
Deixando contente teu coração
Voltando a sorrir como uma criança
E sublimes valores surgirão.

Deixe brotar dentro de ti, teu céu
Com o buril tua pedra é lapidada
A tua consciência rasgará o véu
Juntos voaremos a cada alvorada.

Neneca Barbosa
João Pessoa,23/06/2010

sábado, 19 de junho de 2010

SAUDADES DOS GIRASSÓIS


Quando lembro um campo de girassóis
Vêm saudades dos belos rouxinóis
Que visitavam o jardim de outrora
No nascimento das primeiras horas.

Os girassóis brilhavam para o sol
Dançando diante do grande farol
Dos olhos da minha mãe, as meninas
Cuidar bem deles era sua rotina.

Com exuberância roubavam a cena
Da peça que contava minha história
Mesmo diante da formosa açucena.

E suas pétalas bailavam ao vento
Recordações seguem na trajetória
Em versos transcrevo neste momento.


Neneca Barbosa
João Pessoa, 19/06/2010

quinta-feira, 17 de junho de 2010

DOCES MOMENTOS



É na ternura do teu abraço
Que me aconchego ao teu regaço
Desfrutando os doces momentos
Da Vida, com bons sentimentos.

Do néctar do teu coração
Reavivar minha paixão
Ser mensageira do amor
Como a abelha é para a flor.

Correr juntos pela colina
Sentindo as gotas da neblina
Por nossos corpos deslizarem
Ver novos desejos brotarem.

No enlevo me sinto menina
Sob a abóbada celestina
Envolvida por teu carinho
Acariciada em nosso ninho.

Neneca Barbosa
João Pessoa, 17/06/2010

quinta-feira, 10 de junho de 2010

POEMA PARA UMA AMIGA



A noite vibra com intensidade
Paira no ar uma suave energia
Envolvendo todos numa alegria
Pelos sublimes laços da amizade.

Comemora-se hoje o aniversário
De Shirley, amiga muito querida
Por Deus, foi lhe concedida a Vida
Seguindo com bravura seu intinerário.

Desempenha uma notável missão
De ajudar ao outro a se descobrir
Devolvendo-lhe o prazer de sorrir
Pelas dádivas do seu coração.

Desejamos que na sua caminhada
Colha bons frutos da semeadura
Que você plantou com tanta ternura
E que vai sedimentando a jornada.

E nos acordes de um doce violino
Unindo nossas almas na canção
Parabéns pra você, com vibração
Ecoando nossas vozes num hino.

Almejamos Feliz Aniversário!

Neneca Barbosa