quarta-feira, 21 de outubro de 2009

CAIXINHA DE SEGREDOS


Tem uma caixinha meu coração
Onde outrora guardava meus segredos
Feliz, não alimentava os medos
Colhendo na estrada muita emoção.

Nela se encontram sonhos de menina
Que ainda trago bem na minha lembrança
São pérolas que me dão esperança
A cada raiar da estrela matutina.

Quando abro sinto o perfume das rosas
Ornamentando meu belo jardim
No ar suaves acordes do bandolim
De uma música com notas preciosas.

Hoje na caixinha há também poesia
Que fala, entre outras coisas, do amor
Incitando-me a voar pelo esplendor
Dos versos que envolvem com alegria.

Neneca Barbosa
João Pessoa, 21/10/09

2 comentários:

"o poeta disse...

Neneca Barbosa, além de poetisa estremamente inspirada, sabe trabalhar com muita competência a lapidação de seus versos.
Particularmente eu acho interessante e bastante valorosa esta combinação.
Por outro lado a pessoa desta poetisa é sensacional, de sorriso deslumbrante e de uma generosidade espetacular. Troquei algumas poucas palavras com Neneca Barbosa, mas ela já ganhou mais um fã, ganhou sobretudo o meu coração.

Rubens disse...

Parabéns amiga que essa caixinha
continue trazendo maravilhosas
surprezas,um beijo