sábado, 17 de abril de 2010

SER MÃE


Mãe, luz que brilha no raiar da aurora
Tem da rosa o seu suave aroma
Não precisa de nenhum diploma
Guia sua prole pelo o mundo afora.

São seus, todos os dias da existência
Carrega no coração o amor
Que distribui com todo calor
A chama divina de sua essência.

Nos braços afaga os filhos seus
Tem a doçura na alma, qual mel
Talha as arestas com o cinzel
Em oração agradece a Deus.

Mãe usa da sensibilidade,
Do carinho e da compreensão
Protege os filhos com emoção
Quando eles crescem sente saudade.

Neneca Barbosa
João Pessoa, 17/04/2010

3 comentários:

Rubens disse...

Obrigado amiga adoro poesias de mãe
principalmente quando sai do fundo da alma como esta maravilha um beijo

luza disse...

oLÁ lINDO SEU BLOG...Abração pra vc, venha sempre ao meu será um prazer

"Cantinho Poético" disse...

"A solidão é como o vento, vai e volta. O amor é como o ar que respiramos, está sempre presente."

E cá estou eu a agradecer sua presença que tanto alegria me trás.

Uma semana de muito Amor e Paz!