quarta-feira, 25 de junho de 2008

JARDIM DA VIDA



No jardim da minha vida
Há muitos canteiros de flores
Embelezando a avenida
Com as variedades de cores.

Tem as rosas preferidas
Cada uma com seu perfume
Certas vezes perseguidas
Triste, escuto seus queixumes.

Sendo cuidadas com amor
Desabrocham por encanto
Dão pousadas ao beija-flor
Que enfeita meu recanto.

A beleza do meu jardim
São reflexos do coração
Reguei a flor de jasmim
Com carinho e emoção.

Se a semeadura que fiz
For cheia de seiva divina
Minha alma fica feliz
Livre, corro pela campina.


João Pessoa, 25/06/08
Neneca Barbosa

2 comentários:

Paola Vannucci disse...

Neneca

me senti regada pelo seu jardim de amor.
Sorri agora

boa noite!!!!!

RoDaros disse...

Menina..um encanto esse poema...
sensivel...leve e belo...
Parabéns!!!!