domingo, 6 de setembro de 2009

ILHA MÁGICA


No meu vasto mundo imaginário
Aflora um desejo silencioso
Vivido em um passado saudoso
Descortinando um belo cenário.

Velejo meu barco em águas calmas
Seguindo as rotas do coração
Por sobre os mares da emoção
Trazendo calmaria pra minha alma.

Sinto a suave saudação do vento
Confiante vou buscar meu destino
Com a coragem de um peregrino
Que encontra paz no recolhimento.

Aporto em uma mágica ilha
Com encantos e rara beleza
No silêncio acolho a Natureza
Caminho feliz por uma trilha.

Deparo-me com velha cabana
Deixada por alguém que ancorou
Na ilha mágica que um dia sonhou
E que para ele foi soberana.

Na ânsia de viver a liberdade
Almejo descobrir o meu eu real
Despertar meu ser espiritual
E ir ao encontro da felicidade.

Neneca Barbosa
João Pessoa, 06/09/09

Um comentário:

Rubens POETA disse...

Amiga adorei linda poesia