terça-feira, 2 de julho de 2013

ANTE A LUTA




Os fios da teia tecem a nossa vida
Na alma existem pérolas encantadas
Não deixemos cair na derrocada
A esperança que parece perdida.

Ante a luta não vamos vacilar
Não rememos contra a correnteza
Urge o tempo de aprender e ensinar
As lições transmitidas com clareza.

Nossas metamorfoses são sofridas
Vejam as borboletas são tão belas!
Após a mutação são acolhidas
No jardim pelas rosas tão singelas.

Pelo o amor os erros são transmutados
A liberdade vence as ilusões
Sentimentos serão desabrochados
Incorporados às nossas missões.

Neneca Barbosa
João Pessoa, 21/06/2013

Nenhum comentário: