quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

CONTEMPLAÇÂO


Da janela do meu quarto
Contemplava a imensidão
Estrelas sempre piscando
Reverenciei a criação.

A brisa chegou de mansinho
Meu rosto acariciou
Fechei os olhos e senti
Quando ela me beijou.

E ali por alguns momentos
Fiz uma reflexão!
Agradeci ao Senhor dos mundos
Em forma de gratidão!


João Pessoa, 18/12/07

Neneca Barbosa

2 comentários:

Eu! disse...

Oi Neneca, que poemeto lindo, quando terminei de ler estava emocionada...

Continue assim...escrevendo e tocando os corações...

um beijo.

*\\\ T.Aline disse...

Neneca,adorei este poema!!!
Meu peito se enche de emoção a cada verso seu,amiga...lindo!


Parabéns amiga,és mesmo uma pessoa especial.Uma das flores mais lindas e inteligentes do meu jardim de amigos!

Beijão.